Seguidores

sexta-feira, 26 de novembro de 2010

Cabeça branca

Cabeça branca

Sonhei com a senhorinha
De cabeça muito branquinha
Ela era sensitiva a advinha
Me olhava e me descobria
Tudo de mim ela via e sentia
Se preocupava com meu ser
E com minha alma divina
Parecia ter o conhecimento
Total de todos os momentos
Ao me fitar atravessa o corpo
Como sorvendo a energia
E nela sabia o que eu tinha
Essa idosa senhora no sonho
Achava que eu a seguia
Mas não eu estava perdido
E não desci no meu lugar
Fui parar onde ela morava
O que assustou-me e pensei
Esse inside foi uma revelação
Ou somente mais uma viagem
Da minha intuitiva percepção

Ulisses
26/11/2010

Um comentário:

Ladylimenza disse...

Muchas gracias!! :-)

Victoria Limenza